O uso de brincos muito pesados repetidas vezes ao longo da vida ou alargadores grandes podem levar ao alargamento dos furos da orelha. Em casos mais graves, a consequência não é  apenas um furo alargado, mas pode haver ruptura total, com a orelha ficando dividida em duas partes.

Por que é tão comum o lóbulo alargar?

O lóbulo da orelha é uma área muito sensível, fina, formada apenas por pele e gordura. Não havendo músculo e nem cartilagem, não há nenhuma sustentação. Além disso, outra causa frequente e que tornam o lóbulo da orelha ainda mais frágil são as alergias nesta região. Muitas pessoas têm alergia a bijuterias e insistem no uso de brincos inadequados e, desta maneira, estão sempre com a orelha inflamada. Ela fica mais frágil ainda e friável, podendo romper.

Como é feita a reconstrução do furo da orelha?

Lobuloplastia é a cirurgia para corrigir o lóbulo da orelha rasgado, seja total ou parcialmente. A anestesia utilizada na lobuloplastia é local, sem necessidade de sedação. A operação é bem simples, rápida e dura cerca de 40 minutos.

Primeiro, é retirada uma parte da pele em volta do furo rasgado e, em seguida, a orelha é suturada, juntando-se as duas partes. No lugar do rasgo restará uma cicatriz discreta, sendo possível o uso de brincos novamente.

Recuperação após a reconstrução do lóbulo da orelha

Após a cirurgia, a região pode ficar um pouco dolorida e inchada.  Em casos raros podem surgir algumas manchas roxas. Devido à recuperação ser bem tranquila, o paciente pode voltar ao trabalho no dia seguinte.

Inicialmente, a cicatriz fica com a aparência avermelhada. Mas, com o passar dos meses, a cor se aproxima da sua pele e fica quase imperceptível. Em alguns casos em que a orelha é muito flácida e molinha, pode ser necessário associar-se à cirurgia o procedimento de preenchimento do lobo de orelha com ácido hialurônico para que ela fique mais firme, evitando assim que ela rasgue novamente.

Quando a orelha poderá ser furada novamente após a cirurgia?

Para fazer um novo furo na orelha, é preciso aguardar um mês após a cirurgia. Não é recomendável fazer o furo novo na mesma região operada. Já que a pele estará mais fina e sensível, podendo rasgar novamente

Quais são os cuidados após a cirurgia?

Após a cirurgia é muito importante evitar o uso frequente de brincos pesados, evitar dormir ou praticar atividades físicas usando brincos e sempre tratar as alergias, caso elas ocorram. Se não forem tomados esses cuidados, a orelha pode rasgar novamente.

Esperamos por você

Fale Conosco

Rua Sete de Setembro, 92 salas 1601 e 1602
Centro | Rio de Janeiro - RJ
(21) 3852.4678 // (21) 2232.5778
WhatsApp: (21) 98585 3637
contato@clinicalidiagusmao.com.br

Fique por dentro!

Receba nossas novidades